Ministro Fachin anula condenação do ex-presidente Lula

Entenda a decisão do ministro e suas possíveis consequências

Por: Franklin Couto publicado dia 09/03/2021 às 01h42 atualizado às 01h51

Brasil – O Brasil não é um país de amadores! Depois de tanto tempo e tantos acontecimentos, agora o ministro do STF Edson Fachin decidiu anular todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e essa decisão devolve ao ex-presidente seus direitos políticos.

Fachin decidiu que a Justiça do Paraná não teria competência para julgar as ações. Nesse caso, estamos nos referindo ao caso do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e as doações ao Instituto Lula.

Ele alega que o Juiz Sergio Mouro não seria o “juiz natural”dos casos. Essa expressão é utilizada pelo Direito Brasileiro para definir o magistrado que analisara e julga uma investigação a partir da competência fixada em lei.

Com essa decisão o ex-presidente poderia disputar as eleições de 2022 e isso reconfiguraria todo o quadro da política brasileira. Segundo algumas pesquisas, o único que poderia realmente derrotar o atual presidente Jair Bolsonaro seria o ex-presidente Lula.

Fato que fica evidente quando observamos que em menos de duas horas após o anúncio da decisão do ministro, toda o quadro de polarização da política brasileira se reafirmou tanto na internet quanto nos bate-papos pelos caminhos.

O que fica mais claro com tudo isso é que a corrida eleitoral ja se iniciou e agora começa a se configurar com uma clareza maior.

E você, ja se decidiu em que lado você está?

Para críticas e sugestões entre em contato através do email contato@blogdofranklin.com ou através das redes sociais abaixo

       TWITTER INSTAGRAM FACEBOOK 

A queda da nobreza carioca.

Vivemos o suficiente para ver a queda dessa nobreza estranha.

Da ascensão a queda de uma era de políticos que levaram o Rio a crise atual.

por: Franklin Couto publicado dia 19/11/16 às:05h22

Rio – Agora não tem mais jeito. O Moro decidiu que vai passar o carro em geral e assim esta fazendo.
Em menos de duas semanas dois ex-governadores do Rio foram parar na cadeia.
Cabral soube ser mais discreto, apesar do vazamento de sua foto como presidiário, justo ele que chegou a ser cotado como candidato a vice-presidente formando chapa com a presidente impedida, senhora Dilma Rousseff.
Uma pena e constrangimento nacional é exibir ao mundo todo que, no Brasil, para que as coisas realmente funcionem, é necessário a interferência direta do judiciário. Caso contrário eles pintam e bordam até serem freados e eternizados fazendo pirraça, expondo sua imagem e a de suas famílias ao ridículo.
Parabéns ao judiciário brasileiro que vem mostrando ao executivo que eles não podem ser tão a vontade assim.

Para críticas ou sugestões, favor entrar em contato através do e-mail: contato@blogdofranklin.com.br

TWITTER FACEBOOK INSTAGRAM SNAPCHAT GOOGLE+
VSCO E-MAIL